Um blog bacana para quem gosta da McLaren e de corridas

Na ainda incipiente blogosfera brasileira que cobre a F1, um blog tupiniquim dedicado a McLaren seria uma excentricidade. Após a morte de Senna e 10 anos quase ininterruptos tendo pilotos brazucas na Ferrari, a relação entre o torcedor brasileiro de F1 e a McLaren adormeceu.

Seria uma excentricidade, sim, mas à diferença da relação desfuncional e acidentada entre Rubens Barrichello, Felipe Massa e a equipe italiana, a história compartilhada entre a McLaren e o Brasil é de um enorme e estrondoso sucesso: 50% dos títulos e 40% das vitórias brasileiras na F1 foram conquistados em carros McLaren.

É um casamento de sucesso que, por si só, justificaria a exploração de um nicho como se pretende este blog — mesmo que saibamos que na F1 o brasileiro é personalista, ligado muito mais a pilotos que equipes.

Mas à parte esta intrínseca relação de sucesso entre o automobilismo brasileiro e a McLaren, a segunda mais tradicional equipe da F1 merece um blog dedicado por que é uma das mais fascinantes e apaixonantes organizações dentro da F1.

Hoje, é uma corporação multidisciplinar, com vários braços de negócios abarcando desde uma fabricante independente de carros esportivos de luxo até uma divisão de tecnologia aplicada, dedicada a aplicar know-how adquirido da F1 em vários campos da engenharia, medicina e design.

Se fascinante pelo seu “approach” como empresa, na pista a equipe faz suspirar uma crescente multidão de apaixonados por automobilismo. Tem hoje um dos mais competentes corpos técnicos da F1, além da mais talentosa e instigante dupla de pilotos no esporte.

Tecnologia, marketing, engenharia, automobilismo e muito mais do que cerca a McLaren, e a própria F1, estará por aqui, em português, digerido e filtrado pelo ponto de vista de quem é verdadeiramente fã de corridas e da equipe de Woking.

32 Comments

  1. Becken, seu texto resume com excelência a relação do brasileiro com a McLaren, mesmo que para muitos ela seja inconsciente. Além disso, é muito interessante ver na página “Sobre o blog” como as histórias dos autores do Papaya Orange são muito parecidas. E isso só corrobora sua abordagem nesse texto.

    Dessa forma, é impossível não pensar: há de ter mais e mais pessoas excêntricas como nós! =)

    Com isso, espero que o Papaya Orange reúna cada vez mais torcedores com histórias assim, e também desperte esse sentimento em quem o mantém adormecido. É um desafio para nós quatro (você, eu, o Will e o Djow), mas certamente será muito divertido enfrentá-lo.

    Beijos, e boa sorte para nós! Vida longa ao Papaya Orange!

  2. Ah. Que prazer ver o blog. Gostei de tudo.

  3. Que texto maravilhoso Becken.
    É isso mesmo, a Mclaren é apaixonante desde sempre. Se de um lado a Ferrari manchou algumas páginas da história da F1 com seus jogos de equipe grotescos, do outro lado, temos a Mclaren praticando simplesmente o oposto, sempre buscando colocar 2 pilotos de ponta em seus cockpits, e sempre que possível, deixando eles decidirem na pista quem vai estar na frente, e isso é a F1 que queremos ver, o esporte em sua total essência.

    VIDA LONGA AO PAPAYAORANGE!!!

    Abraços

  4. Becken, Mari, Will & Cia.

    Primeiro lugar: parabéns pela iniciativa e excelente ideia. Grandes nomes para começar um trabalho pioneiro desses por aqui.

    Se temos blogs especializados em clubes de futebol, por que não em equipes de Fórmula 1? Acredito que tem tudo para fazer sucesso.

    O trabalho de vocês por aqui contribuirá para fortalecer a imagem de Woking no Brasil, mas da própria F1 por aqui.

    Desejo boa sorte a todos e saibam que podem contar comigo quando precisarem.

    Abraço,

    Will

  5. Uhuuu! Que felicidade.

    Becken, parabéns pelo ótimo texto de abertura.

    Mari e Will, parabéns pela iniciativa.

    Amigos apaixonados por F1, por corridas ou pela McLaren, sejam bem vindos à nossa casa, a casa do Wokinmistas.

    Waaarrr McLaren!

  6. Muito bom o texto de abertura! E a iniciativa é sensacional. Parabéns a todos pelo novo blog, já virei leitor assíduo.

  7. Que idéia sensacional. E juntaram 4 feras no assunto McLaren. Finalmente um blog dedicado a essa equipe maravilhosa. Desejo vida eterna ao Blog.
    Parabéns a todos.

  8. Eduardo De Campos

    Bacana a iniciativa mais que merecida.
    Mas vale lembrar que nossa história com a McLaren começou com o Emerson conquistando o bicampeonato com o M23, em 1974.
    Senti falta dele junto ao Senna, Button e Hamilton na foto do banner.
    Desejo muito sucesso ao blog e desde já está entre meus favoritos.
    Um grande abraço a todos!!!

    • Boa, Eduardo – Prometo editar e incluir o Emmo e pôr à disposição como wallpaper.

      Ah, e não se preocupe: O título e vitórias do Emmo estão devidamente contabilizados no post.

      Abs

  9. Excelente!
    O blog está lindo, lindo!
    Parabéns pelo texto, Becken! Não tive a oportunidade de conhecer seu blog anterior, mas em outro blog fiz amizade com a Mari e a turma mclarista. Sempre fui torcedor da equipe prateada (ou laranjada! =P)!!!
    Vossa iniciativa é maravilhosa, uma idéia brilhante e bacana.
    Estarei sempre aqui, comentando e participando do espaço!
    Obrigado!

  10. Becken,

    Não….eu não sou fã da Mclaren. Nem de longe torci alguma vez para a Mclaren.

    Quando Senna vencia com os carros pintados de Marlboro eu “de pirraça” torcia para Nelson Piquet….

    Quando Emerson vencia pela primeira um mundial para uma equipe na época gerida por Tedy Maier e que não tinha nem resquício de Ron Dennis, eu era apenas um bebe de 2 anos….que possivelmente estava mais preocupado com os carrinhos de brinquedo….que os carrinhos de corrida…

    Eu sou um torcedor que foi forjado na admiração pelas Brabhan´s de Gordon Murray ou pelas Lotus de Collin Chapaman.

    Não…eu não sou nem de perto um fã da Mclaren, mas tenho uma profunda admiração por você, Becken Lima, e por sua “comparsa” Mari Espada…Will e Djow também são pessoas queridas.

    Desejo tudo de bom a esse espaço, e sempre que possível quero aparecer por aqui e ler bons textos, comentar, enfim curtir um pouco, sem pressão, essa paixão gostosa que são as corridas.

    Felicidades a Todos,

    Sirlan Pedrosa

  11. Gostei da cor e do propósito deste blog. Sendo admirador da história desta mítica equipa e do seu fundador, Bruce McLaren, senti a falta dele, bem como por exemplo, um dos McLarens de Can-Am, tão “Papaya Orange” como será o blog.

    No mais, estou contente por ver o regresso à Blogosfera de uma personagem que admirei num passado recente, que foi o Becken Lima. E gosto de ver que existirão mais colaboradores para fazer andar o blog. Em qualquer coisa que precise, peça e ajudarei no que puder.

    Abraços do outro lado do Atlântico e… vida longa ao blog.

  12. Becken, finalmente de volta! O F1 Around fez muita falta, foi o melhor blog sobre F1 no Brasil disparado!
    O blog já é um sucesso, pode ter certeza.

    abraço e felicidade a todos

  13. Muito legal ver um blog nacional falando da McLaren. Boa sorte a vocês. Uma equipe desta grandeza merece o tratamento que querem dar!

  14. Sejam bem vindos com esse novo blog. Cheguei aqui pela postagem do Speeder e gostei do que vi. Acompanhei o F1 Around e vinha acompanhando não tão assiduamente o Ultrapassagem. Fico feliz com o retorno e desejo ler ótimas postagens, que sabendo do grupo de autores, seguramente acontecerão. hehe

    E fica a sugestão de postagem sobre a Unit 2, que, vez ou outra passo lá no site da Mclaren pra observar e admirar. hehe

    Abraços e sucesso ao blog!

  15. Welcome back, Becken e cia!
    Acho q agora vcs têm mais um chefe:
    http://www.autoblog.com/2011/08/22/singapore-billionaire-peter-lim-buys-into-mclaren/
    Abs

  16. Becken,

    Sou Ferrarista.

    Me apaixonei pela Ferrari pouco depois da morte do Ayrton Senna. Ficava Intrigado como em toda prova havia aquelas bandeiras vermelhas tremulando nos autódromos. Bandeiras de uma equipe que nunca ganhava nada.
    Me identifiquei com aqueles caras. Depois veio o Schumacher, enfim…

    Talvez seja um dos poucos ferraristas que não é movido exclusivamente pela paixão. Me conduzo muito pela razão.
    Talvez venha daí a profunda admiração que tenho pelos meus adversários. Separo isso muito bem.
    Sou cruzeirense, e acho Linda a torcida do Galo. Vibrante, Insana.

    E por fim sou um profundo admirador dessa tão digna de respeito equipe de corridas com sede em Woking.
    A Mclaren tinha tudo para estar na mesma situação da Willians. Um passado Glorioso e um futuro incerto.
    Mas a Mclaren não. Sempre soube se posicionar. Soube o seu valor e soube tirar o maior proveito disso.

    Na época das montadoras, chegou a Mercedes, eles não perderam o bonde, receberam a Mercedes como sócios mas sempre com uma postura de igualdade. Nunca de submissão.

    A Mercedes foi embora, e a Mclarem está muito bem, obrigado.
    Digno de louvor a postura desse tal de Ron Dennis.

    Queria que a Ferrari fosse uma empresa como a Mclaren. Se não fosse a paixão de nós Ferraristas, O que seria da Ferrari? Se a Ferrari não fosse um Grande time de Corridas, que vendesse como valor agregado essa Paixão, Seus carros não venderiam.

    Se a Mclaren não fosse um grande time de corridas, ainda assim seria a Mclaren, Uma grande organização. Talvez um grande retrato deste “pragmatismo” inglês. Tão pedante, tão competente e tão fascinante.

    E vc está muito bem acompanhado pela Mari (Pela paixão que demonstra, Talvez a mais ferrarista dos Mclaristas) Djow e Will.

    Parabéns pelo espaço. E Parabéns pela paixão.

    Fernando

    • Fernando, fiquei muito feliz com o seu depoimento. É maravilhoso saber que existem ferraristas capazes de admirar as competências da McLaren. Obrigada!
      E principalmente obrigada por identificar em mim a mclarista mais ferrarista, hehehe. Adorei o jeito e exemplificar a minha paixão movida à sangue quente, como os italianos têm correndo em suas veias.
      Beijos! E ficarei aguardando seus próximos comentários por aqui, até mais!

  17. Belo post Becken

    Fui seu grande admirador no F1Around e fico muito contente de voltar a ver um post seu e estando ao lado destes Maclaristas que tanto admiro acredito que o blog será um grande sucesso.
    Meus parabens para vocês pois o blog ficou muito bonito com esse tom alaranjado.

    Abços
    Avx

  18. e só hoje que fico sabendo disso?!

    o becken não me contar até entendo, oras, não há contato.

    mas vocês três (djow, will, mari) me deixarem sem ler seus posts e comments por mais de um mês: imperdoável!

    imperdoável nada, boa sorte pros quatro mclarianos (e hamiltonianos) doentes, minha ala na blogosfera.

  19. Olá, parabens pela iniciativa. Acompanho a Mclaren desde 1974 com o Emerson, nunca torci para ela ,mas simpatizo. espero ver textos e comentários de alto nivel. até mais Jopa.

  20. wow \o/ Descobri hoje o blog, finalmente um blog bacana sobre a McLaren \o/
    Sou fã desde criança da melhor EQUIPE da F1 de todos os tempos, algum tempo atrás eu tinha um projeto de fazer um blog dedicado a McLaren, mas por falta de tempo abandonei o projeto e nem renovei o domínio, já adicionei o blog como página inicial do meu navegador 😀

    Sucesso e continuem com o excelente trabalho.

  21. Pingback: Bye bye mate! » Papaya Orange

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *