Contenders: Lotus E20, Sauber C31, Red Bull Racing RB8 e Toro Rosso STR7

Na balada dos lançamentos, tivemos ontem a apresentação de um belo carro, o Lotus E20. Abaixo as fotos de um projeto que foi avaliado pela maioria como básico (mas capaz de gerar uma boa base para evolução).

Hoje cedo, em Jerez, a Sauber apresentou o C31 a aposta da equipe para 2012 (o degrau, eu achei tão feio quanto o da Ferrari – mas a pintura disfarçou):

E agora a pouco, também conhecemos o carro a ser batido, a nova criação de Adrian Newey. Veja a ‘cara’ do RB8:

E agora no início da tarde, a Scuderia Toro Rosso apresentou seu STR7. Abaixo algumas fotos do carro:

About Will Mesquita

José Wilson de nascença e Will de espírito. Trabalho pela minha vida, então não dispenso uma boa leitura, uma boa corrida, um bom futebol, uma boa comida e uma boa praia. Imagino que seja um bom amigo, um bom goleiro e um bom filho. Um cara legal, mas não bobalhão. Escorpiano.

30 Comments

  1. Durante o transcorrer do dia, mais detalhes sobre os carros de 2012.

  2. Seria uma tomada de ar ali no degrau do RB8?

    http://img859.imageshack.us/img859/2073/rb8step.jpg

    Qual será o novo segredinho desse carro?

  3. Poxa, o RB8 também tem o feio nariz quebrado! Mas o bico trouxe linhas mais curvas, bem mais suave e “quase” harmonioso.
    E pelo jeito só a McLaren terá o bonito tobogã. E isso só aumentou a minha ansiedade para ver o 27 em ação, pois to sentindo que essa aposta será 8 ou 80. Tem tudo pra dar muito certo, ou dar muito errado.
    Se bem que tenho uma “teoria de mesa de bar” que me diz que caminhos distintos podem chegar ao mesmo objetivo…
    O nariz quebrado aparentemente favorece as curvas, pois deve desviar mais ar por baixo do carro, já que explora o bico o mais alto possível tão logo é permitido, gerando esse horrendo degrau.
    Contudo a McLaren, que sempre teve apreço por velocidade final (além de carros belos!), veio com o bico mais aerodinâmico, apostando nas retas impulsionadas pelo Mercedão.
    No geral são as mesmas características do ano passado, que permitiram à McLaren chegar perto da Red Bull no final do campeonato, com o carro mais evoluído. E se tais características foram aprimoradas, eu super confio nessa solução para uma excelente briga em pista.
    Mas confesso que isso aguçou ainda mais a minha curiosidade para ver o assoalho do 27, pois eles devem estar gerando downforce de outro jeito, não acham? E, na realidade, para ver melhor todo o RB8, pois essa apresentação deles foi muito fajuta. Tão com medo de que?
    Go McLaren!

  4. Pois eu acho que esse papo sobre o bico é uma grande ‘cortina de fumaça’…

    O segredo de performance começará nos sidepods e terminará na traseira.

    Quem tiver a solução com melhor fluxo de ar leva o prêmio ‘Em busca do downforce perdido’ e vai ser o carro a ser batido.

    • Mas quem guia o ar pros sidepods e todo o resto do carro é o bico! Não tem jeito de pular essa parte, e se começar mal, fica mais difícil acertar no meio ou final do fluxo.
      Se liga nessa foto em alta resolução que mostra umas entradas de ar no “degrau” do RB8, será que tá aí a grande sacada do Newey?
      http://i.imgur.com/VuTz7.jpg

      • Acho que o Newey tá desesperado com as mudanças de regulamento. Ah, isso ele tá.

        Esse bico de platypus aí, para mim não direciona nada, só cria arrasto.

        Essa sacada do Newey é boa, mas dá para ter uma noção do desespero por soluções para ‘corrigir’ a obrigação de ter um bico de pato.

      • Esse recorte com a entrada de ar é uma maneira de tirar uns 5 cm da diferença entre a base do monocoque e a altura máxima do bico pelo novo regulamento.

        Ajuda, mas não salva.

        Ainda acho que a solução da McLaren é melhor, senão os caças F18 teriam bico de ornitorrinco…:P

        • Sem dúvida, nessa era aerodinâmica da F1 é difícil contrariar o fluxo de ar com um degrau desses, né? Por isso tô apostando no sucesso do nosso tobogã! ;)
          Mas ainda assim… sempre existem outros caminhos a serem seguidos. Então estou na expectativa de vê-los em ação.

  5. Curioso que o Adrian Newy está lamentando muitíssimo as restrições impostas pela FIA com relação ao escapamento:

    “…”Regulation restrictions like the lost exhaust are a bit frustrating in truth, because they are exactly that, they are restrictions, they’re not giving new opportunities or revenues particularly, they’re just closing a door…”

    Olha só que observação interessante:

    “RB7 was designed around the exhaust,” he added. “[But] this year, knowing that the exhaust position from last year would be taken away, we’ve had to go back and look at how we developed the car through the last one and two years with the side exit exhaust.

    Pelo que ele diz, não há mais solução mágica para se extrair performance dos escapamentos.

    E tem mais:

    “Probably one of the key things there is the rear ride height. The [2011] exhaust allowed us to run a high rear ride height. It’s much more difficult without that to sustain a high rear height so we have to go back down and have to redevelop the car around that lower ride height.”

    Pelo que eu entendi, toda a performance do RB8 passava pelo escapamento, até o desnivelamento de altura entre-eixos, Lembram aquelka história da asa dianteira envergar? Aquilo era apenas o carro inclinando sob frenagem.

    Normalmente se perderia fluxo e equilíbrio aerodinâmico, mas com o escapamento criando certa vácuo o carro se manteria estável sob frenagem.

    Agora, as palavras do Sebastian, também consciente de que 2012 pode ser mais apertado:

    “The last two years we have had two big things taken away; the double diffusers, plus, for this year, the system around the exhaust.

    “So we are missing that and therefore I think it’s difficult to really create a difference. Obviously we hope our car is better than all the others but it will be difficult. I think the cars will be fairly similar, and the gaps will be even closer than they have been.

    “I think it will be very, very tight this year and anything else would be a surprise to be honest.”

    • Ah! Eles estão com o discurso afinado:

      ‘Não somos mais os favoritos…’

      Tá legal…

      Vamos ver na Austrália. Aí tem…

    • Ai, ai, ai. Com esses comentários vindo deles, fico até agitada! Pelo jeito a Red Bull estará entre os mortais nessa temporada! Já era hora! :)

    • há uma sentença nesta entrevista de newey, logo após ‘…just closing the door’, que me chamou muito a atenção:
      “Regulation changes I enjoy, regulation restrictions I rather lament.” [A. Newey]

      • É, ele considera que a FIA fechou a porta e não abriu nem uma janelinha.

      • Exato, Alexandre.

        Acho que há um agora um bom número de restrições em todas as áreas aerodinâmicas e esta observação dele é, na verdade, uma crítica muito sutil e enviesda ao fato de a FIA ir cortando a Asas (trocadilho?) da Red Bull à medida que ele, Newey, descobre e explora os furos no livro de regras.

        • Newey sempre acha saidas para tudo. Se funcionará agora, ai ninguém sabe. Só espero que tudo isso deixe a F1 mais ‘igual’ lá na frente, se bem que esses testes de agora ainda não irão refletir em nada da temporada.

  6. Detalhe interessante da Sauber. Uma saida para fluxo aerodinâmico?

    outake sauber

  7. Estou enganado ou o STR7 não tem o degrau?

  8. Observação interessate do James Allen no post dele sobre a Red Bull que fecha com nossa análise aqui no blog dias atrás:

    …There is a school of thought that McLaren did not need to do the stepped nose because they anticipated the 2012 rules in their 2011 design and thus have an already well sorted concept…”

  9. Sabe quem tá me preocupando agora? Mercedes.
    Porque da última vez que eles atrasaram tanto um lançamento foi em 2009, e eles chamava Brawn GP… Pay attention, guys! ;)

Deixe uma resposta