GP da Alemanha: pontos para a McLaren

Festa na McLaren!

Fim de semana de festa para Fernando Alonso, 35 anos completados pelo espanhol e o presente somos quem queremos ganhar!

CohsxqbUAAAjOLF

Corrida

Como torcíamos no reporte de ontem:

…a ideia é ganhar posições já na largada…e tentar marcar pontos esperando que a Williams confirme sua performance ruim nos long runs (elevado consumo de pneus)

Deu certo com o Button que subiu de 9º para 8º, pena para Alonso que caiu de 10º para 12º nas últimas voltas. O último stint era para pneus macios e não supermacios, mas a equipe não tinha jogos novos do primeiro, então a opção que sobrou foram os pneus vermelhos.

Ritmo de corrida interessante numa pista onde fomos penalizados ainda pelo consumo mais elevado da nossa PU – Alonso teve que brigar muito no pelotão intermediário e não pode controlar o ritmo, tendo que tirar o pé para não sofrer de pane seca no final. Mesmo assim, bons pontos para o WCC, estamos chegando na Toro Rosso e a meta até o final do ano é tentar chegar ao 5º posto. Temos boas chances se contarmos com as evoluções de Spa e Suzuka.

WCC

No lado de cima da tabela, uma corrida de pesadelo para Rosberg, péssima largada, punição por uma manobra mal calculada e trabalho lento nos pits, tudo isso resultou em um p4, atrás das Red Bull.

Hamilton controleou a corrida desde a primeira volta, ritmo tranquilo e parecia pronto para qualquer ameaça.

Nota triste (não para mim, confesso) da primeira metade da temporada, a Ferrari despencando. Numa corrida sem intercorrências, sem safety car e etc, eles ficaram quase 20 segundos atrás da Red Bull.

CosoqSSWgAA6uG4

Classificação

Nós identificamos a Force India como uma ameaça e a Williams como uma certeza, mas mesmo a Haas e uma Toro Rosso foram mais rápidas que a McLaren. Obviamente o motor Mercedes de Williams e Force India falou mais alto, principalmente no Q2, mas também nossos pilotos confirmaram que o programa deste final de semana não foi o ideal, Button reclamou de pouco tempo em pista e Alonso reforçou que não esteve no seu melhor durante o Quali.

ConXKeBXgAArt51

Para amanhã, a ideia é ganhar posições já na largada, contando com a punição de Sainz (Alonso largará em 13º, lado limpo da pista), e tentar marcar pontos esperando que a Williams confirme sua performance ruim nos long runs (elevado consumo de pneus).

Con8aohWAAQv2XL

Lá no topo, Nico foi perfeito e marcou sua 27ª pole – na moral!

Outra certeza, Red Bull superior à Ferrari e amanhã, se a Mercedes vacilar, podemos ter briga.

Treino Livre 3

É um treino sempre com programa reduzido, servindo mais para avaliar se o trabalho de set up projetado durante a noite anterior foi bem sucedido.

A McLaren optou por fazer uma saída com pneus macios com Alonso e avaliar o ritmo, Button demorou mais para sair e sofreu com a traseira do MP4-31, reclamando também de understeer (incrivelmente).

Na saída com macios, Alonso foi capaz de ficar com o 9º tempo, um pouco à frente da Force India de Hulkenberg.

A Williams mostrou suas cartas, ficando meio segundo à frente e mostrando que P7 e P8 tem donos nesse quali. O problema deles é o consumo de pneus com o carro pesado, isso pode nos dar pontos amanhã.

Em menos de 2 horas, teremos o quali e acredito que Alonso e Hulk peguem o Q3 de Button e Perez. Lá no topo, parece que Rosberg tem mais ritmo e volta lançada contra Hamilton e que Ricciardo pode superar as 2 Ferrari pelo P3. Vamos conferir.

ComtgwAWEAA8MUN

Treino Livre 2

Como esperado, a Force India com supermacios foi capaz de igualar (e até superar) o rendimento que a McLaren apresentou no TL1. A boa notícia é que Williams e Toro Rosso não pareceram ameaçar, ainda, a nossa boa chance de Q3 amanhã.

Novamente, a McLaren deu poucas voltas (ajuste fino de acerto e economia de elementos da PU, provavelmente).

Alonso e Button sofreram bastante para acertar o o MP4-31, principalmente na traseira. Muito trabalho com a engenharia de hoje para amanhã pode trazer décimos preciosos na luta contra a Force India.

CoiUuUbVUAAF4vJ

Treino Livre 1

Poucas voltas, 33 apenas, mas um bom resultado para os carros #14 e #22 no primeiro treino livre do fim de semana em Spa. Trabalho minuncioso de acerto sendo focado aqui, muito interessante a aproximação com a Red Bull e muito perigoso o fato da Force India ter treinado apenas com médios. Eu espero um crescimento ainda da Williams até o TL3. Vamos conferir.

CohczRKUkAArmqB

Novidades aerodinâmicas

Como de costume, a McLaren trouxe mais evolução ao chassis do MP4-31 neste fim de semana.

CohbwSpVYAAXpv0

Trata-se da ‘batwing’ (‘asa de morcego’) na T-tray do assoalho, mais uma influência de conceitos da Red Bull trazidos para o nosso chassis.

A cada aumento de potência, o time adiciona downforce ao chassis e assim vamos evoluindo.

Cohbx0xUEAACkqs

Pré-corrida

Um salve aos amigos mclaristas, voltamos para estar sempre com a McLaren em cada GP. Estes fim de semana, hora de segurar as pontas após os 6 pontos e o sabor doce-amargo de pontuar e ter um DNF na mesma prova.

A grade pergunta é se Hockenheim vai ser suave sobre a McLaren, se o MP4-31 vai se adaptar à pista, ou se vamos entrar novamente naquela espiral de culpas chassis x motor. Vamos conferir de porto.

Circuito

Hockenheimring pós-2002 é um circuito que contrapõe a grande necessidade de potência dos setores de retas e curvas de alta com a alta demanda por downforce do novo estádio. Nessa F1 de motor, a demanda por potência deve falar um pouco mais alto.

hock

Os pneus disponíveis serão os mesmo da Hungria, e a maioria dos times vai tentar maximizar o primeiro stint com supermacios para ter abertas as opções A e B, com 1 e com 2 paradas sendo possíveis.

Abaixo, veja a volta de Jenson Button no horripilante McLaren MP4-29:

About Will Mesquita

José Wilson de nascença e Will de espírito. Trabalho pela minha vida, então não dispenso uma boa leitura, uma boa corrida, um bom futebol, uma boa comida e uma boa praia. Imagino que seja um bom amigo, um bom goleiro e um bom filho. Um cara legal, mas não bobalhão.

7 Comments

  1. FP1 com uma excelente prestação da Mclaren.

    Finalmente, após uma ano e meio de “terror” a equipa dá passos significativos em frente e instala-se claramente com a 4 melhor equipa (por agora).

    O problema, continua a ser a imensa distância para a Mercedes (1,5 seg.)

  2. Exatamente, tenho expectativa de que com os upgrades fase 2 (Spa) e 3 (Suzuka) a McLaren tire mais meio segundo dessa incômoda desvantagem de 1.5s pros líderes. E posso brigar por algum pódio até o final do ano.

  3. Belo post, tomara que a McLaren marque pontos.

  4. Será que esse ano acaba nossa seca de pódio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *