FP3 e Qualifying: Hamilton vence a disputa das flechas cromadas contra as flechas de prata!

Hamilton Pole Banner

Tudo o que não vimos no molhado FP1 e no encharcado FP2, pudemos ver no ensolarado FP3. Todos os carros calçaram-se de pneus médios e saíram logo nos primeiros minutos de treino, sendo que a Ferrari demonstrou um certo desespero ao colocar-se junto às equipes menores na saída dos boxes. O primeiro a fazer volta cronometrada foi Nico Rosberg, que estabeleceu 1:26.982 como base, que logo foi batido pela McLaren com Lewis Hamilton cravando 1:26.620 e Jenson Button 1:26.801, assumindo…

Leia mais!

Quem vai para a pole?

CAPA GP AUSTRALIA

Quem é o favorito para a primeira classificação deste ano? Segundo Pat Fry da Ferrari, a Red Bull, claro: “eles estão meio segundo à frente.” Mas ouve tão pouca preparação com a chuva e há tantas variáveis em jogo — diferentes compostos de pneus, abertura de asa móvel ou níveis de combustível — que o cenário é incerto. Vettel não pareceu satisfeito com o RB8, e muita gente andou vendo a Red Bull usar Flow Viz após a sessão livre…

Leia mais!

Free Practice 2: A gente não estava dormindo!

timthumb

Numa pista bem mais molhada do que no treino anterior, a Fórmula 1 voltou a encher a madrugada de barulho. Uma pena que não vimos os MP4-27 na pista tanto quanto gostaríamos, já que só tivemos grande ação nos últimos 15 minutos de treino. Algumas coisas que pude notar: – Como o F2012 é nervoso. Nas on-board do Alonso, o volume de trabalho para alinhar o carro em mudanças de direção é assustador; – Como a cobertura ufanista do SporTV…

Leia mais!

Free Practice 1: Matando a sede de velocidade

australian-f1-gp-2012-mbamgf1-non-event-days-1

Se o Whitmarsh não segurou o sorriso dele, por que eu iria segurar o meu? Em um treino morno, que começou com pista molhada, Jenson Button fez a melhor volta dessa primeira sessão: 1:27,560. Além disso, pouca coisa a se destacar: – O primeiro carro a parar na pista foi uma HRT; – O primeiro piloto a colocar a ‘barata de lado’ foi o Kobayashi; – O primeiro brasileiro a decepcionar foi Felipe Massa, que colocou a traseira esquerda na…

Leia mais!

Um banquete australiano

Albert Park Banner

Do fim para o começo, esse é o resumo histórico do GP da Austrália, que passou do final do calendário da Fórmula 1 nos anos de 1985 à 1995 em Adelaide, para o início e algumas vezes a estreia das temporadas, no clima sempre descontraído e acolhedor de Melbourne a partir de 1996. Assim os novos carros já começam acelerando em um circuito temporário de rua situado em Albert Park, proporcionando uma imprevisível e emocionante corrida para os famintos torcedores…

Leia mais!